O Paraíso Existe


Tetiaroa-5Você já ouviu falar em Tetiaroa? Provavelmente, não. E é fácil entender o porquê.  Este atol, que integra as 118 ilhas e atóis da Polinésia Francesa, desde 1966, só podia ser desfrutada por uma única família: a de seu proprietário, Marlon brando.

Situado a 60km do Tahiti, em meio ao oceano pacifico, próximo á Austrália e a Nova Zelândia, este cantinho do mundo teve papel de protagonista na vida do ator-americano. Foi ali que viveu vários anos ao lado da terceira esposa e dos filhos, recebeu amigos e ficou alheio ao que acontecia no continente. Tetiaroa era, para ele, uma espécie de santuário pessoal, mas que também permitia a visita – inconstante! – de pesquisadores. Afinal, era preciso garantir a preservação das belezas naturais que se descortinavam por toda parte: o turquesa das águas, a riqueza da flora, a abundancia da fauna subaquática…

transferir

Composto por 12 pequenas ilhas chamadas de motus, dispostas ao redor de uma lagoa, este paraíso passa agora, a ser compartilhado. A partir de julho deste ano, com a inauguração de The Brando, único resort local, o destino abre-se para o mundo, sem deixar de lado o cuidado que sempre recebeu para manter-se exclusivo, selvagem, intacto.Quer melhor destino para sua lua de mel?

transferir (2)

Instalado no motu Onetahi, muito frequentado no passado pela família real tahitiana, o hotel foi projetado em torno de fontes de energia limpas e renováveis. Conta com uma estação de pesquisas, a fim de ajudar nos estudos sobre preservação da fauna e da flora tropicais, e, até nos restaurantes, faz valer o conceito de luxo autossustentável.

Os pratos que misturam sabores das cozinhas polinésias e francesas, são preparados com frutas e legumes colhidos na própria horta orgânica.

Detalhe: Como o sistema é all inclusive, tudo está incluído no valor da diária.

transferir (1)  images (2)

Integradas ao cenário, as 35 villas – ou como – dações – apresentam decoração que remete ás tradições e ao modo de viver local. Construídas de maneira a garantir o máximo de exclusividade, contam com piscinas privativas e ficam a poucos passos das águas polinésias. A sensação e a de que a praia e apenas sua, e de mais ninguém, com exceção das tartarugas – marinhas que, vira e mexe, tornam emprestado porções de areia para depositar os próprios ovos.

images

Das amplas janelas, que mais se parecem portas, o contato com a natureza também e irrestrito. Mesmo quando a intenção e fazer nada, a vista que se tem do sol e da lagoa ocupa o tempo e, sem querer, convida a desbravar tudo o que está ao redor. E é muita coisa.images (1)

O QUE FAZER

Explore a natureza intocada das ilhas que compõem o atol de tetiaroa de bicicleta.

Reserve um dia para ir á ilha de Moorea. No Hotel Intercontinental Moorea, há um centro de proteção e preservação da vida marinha onde é possível nadar com golfinhos.

Junto ao concierge do hotel, programe um piquenique no motu. Um barqueiro leva os visitantes ao local, pesca um peixe na hora e prepara o almoço.

Reserve uma tarde para ficar á bordo do Catamaran Cruise, embarcação comum na Polinésia Francesa. Além de apreciar o por do sol, você vai desfrutar de um jantar inesquecível.

Se você ficar alguns dias em Bora Bora , a dica é fazer o passeio de barco com fundo de vidro para apreciar os corais e as espécies que habitam as águas polinésias. Tahaa é conhecida como a “Ilha Vanilla”. Vale visita-la e fazer um passeio até o “Reino da Baunilha”, um pequeno povoado onde o aroma da especiaria e sentido no ar.

ONDE FICAR:

Sugestões de resorts para quem quer ficar apenas em Tetiaroa ou prefere conhecer também outras Ilhas:

THE BRANDO, Tetiaroa Private Island, http://www.thebrando.com

LE TAHA’S ISLAND RESORT E SPA, Tahaa, http://www.letahaa.com

INTERCONTINENTAL MOOREA RESORT E SPA, Moorea, http://www.tahiti.intercontinental.com

ST.REGIS BORA BORA RESORT, Bora Bora, http://www.stregisborabora.com

LE MERDIEN TAHITI, TAHITI, http://www.lemeridientahiti.com

SAIBA MAIS:

Como chegar: não há voos diretos para Polinésia Francesa. Uma possibilidade e ir ao Tahiti, via Santiago e ilha de Páscoa, pela LAN Airlines. A outra é chegar a Papeete, via Los Angeles, pela American Airlines ou Air Tahiti. Depois, até Tetiaroa, o voo dura cerca de 20 minutos e, ao aterrissar no atol, um veiculo elétrico leva os visitantes até a villa onde ficarão hospedados.

Idioma: o Frances é a língua oficial, mas pode se ouvir outras nas ilhas polinésias.

Moeda: Franco pacífico Frances, também conhecido como franco polinésio.

Clima: Tropical, com temperatura média de 27ºC ao longo do ano.

Visto: não e necessário para permanência de até 90 dias. Pede-se, apenas, passaporte com validade mínima de seis meses da data de chegada ao destino e, ao menos, duas paginas em branco, lado a lado.

Vacinação: recomenda-se a vacina contra a febre amarela, aplicada, no mínimo, 10 dias antes da viagem, acompanhada de certificado internacional de vacinação.

O que Levar: Trajes de banho, chapéu, óculos de sol, protetor solar e roupas de tecido leves. Nadadeira e equipamentos de mergulho podem ser alugados.

E isso ai noivinhas, um sonho não é?

Esse texto foi retirado na revista Figurino Noivas – Ano 17 – nº 83 – escrito por Mônica Luz

Se você gostou clica ao no botão “Gostei”, e segue o blog para ficar por dentro de todas as novidades. Beijão!

2 pensamentos sobre “O Paraíso Existe

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s